Home-page
Home-page
Home-page
Home-page
 

Home-page









 

   
Apresentação para Carga


A extensão do PDTU para o tratamento da parte de carga tem como objetivos principais realizar uma Avaliação sobre os Portos de Sepetiba, Rio de Janeiro e Angra dos Reis, uma Avaliação sobre os aeroportos do Rio (Galeão), Cabo Frio, Campos e Macaé e formular um Plano Diretor de Desenvolvimento, Promoção e Integração Logística para a área de influência do Corredor Centro-Sudeste.e, por conseqüência, do sistema portuário e aeroportuário do Estado do Rio de Janeiro e de sua hinterlândia.

De forma resumida, é apresentado um levantamento de dados sobre a oferta e a demanda dos principais produtos e as condições de transporte para diferentes modos de transportes de carga (rodoviário, ferroviário, portuário e aeroviário) a fim de caracterizar o Sistema Multimodal de Transportes na área de estudo e identificar os grandes fluxos de carga existentes. Os dados levantados são consolidados numa Base de Dados Georeferenciada que permitirá a realização de diversos Estudos posteriores, como, por exemplo, a análise espacial da relação entre oferta e demanda atual por transportes multimodal no Estado do Rio de Janeiro.

Além dos levantamentos de dados através de fontes secundárias (junto às fontes operadoras de transporte de carga aeroviária, ferroviária e hidroviária), é realizada Pesquisa Origem-Destino com os transportadores rodoviários de carga, ao longo dos postos de pesquisa localizados no cordão externo da área de estudo definidos no PDTU.

A avaliação sobre os Portos visa analisar a posição estratégica dos Portos de Sepetiba e Rio de Janeiro, considerando a competição existente por cargas de comércio exterior nos portos da região Sudeste (Santos, São Sebastião, Sepetiba, Rio e Vitória/Tubarão) e, adicionalmente, é feito um Estudo para identificar a demanda potencial para o Porto de Angra dos Reis.

Com relação aos aeroportos, visa analisar a posição estratégica dos Aeroportos do Rio de Janeiro, Cabo Frio, Campos e Macaé, considerando a competição existente por cargas de comércio exterior nos Aeroportos da região Sudeste (Guarulhos, Campinas, Confins e Vitória). Adicionalmente é feito um Estudo para identificar a demanda potencial para os Aeroportos do Rio de Janeiro, Cabo Frio, Campos e Macaé.

O Plano Diretor para o Desenvolvimento, Promoção e Integração Logística contém recomendações baseadas na geração de cenários indicativos de novas possibilidades de trocas inter-regionais (e de negócios).

O estudo foi desenvolvido com base em seis etapas distintas, segmentadas por Relatórios disponíveis a seguir.

RELATÓRIO 1 - LEVANTAMENTO DE DADOS E MONTAGEM DE BASE DE DADOS GEO-REFERENCIADA DE INFORMAÇÕES

RELATÓRIO 2 - REALIZAÇÃO DA PESQUISA ORIGEM-DESTINO DE CARGA

RELATÓRIO 3 - MONTAGEM DA MATRIZ ORIGEM-DESTINO DE CARGA

RELATÓRIO 4 - AVALIAÇÃO ESTRATÉGICA DOS PORTOS DE SEPETIBA E DO RIO DE JANEIRO NO CONTEXTO DA COMPETIÇÃO PORTUÁRIA

RELATÓRIO 5 - AVALIAÇÃO ESTRATÉGICA DOS AEROPORTOS DO RIO DE JANEIRO (GALEÃO), CABO FRIO, CAMPOS E MACAÉ NO CONTEXTO DA COMPETIÇÃO AEROPORTUÁRIA

RELATÓRIO 6 ELABORAÇÃO DO PLANO DE DIRETOR PARA O TRANSPORTE MULTIMODAL DE CARGAS DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO.

   
Realizadores:


Secretaria de Transportes

Cia Estadual de Engenharia de Transportes e Logística
 

 
  Site desenvolvido por CENTRAL/REC